Os porta copos unem a praticidade e o design. São de origem alemã e os primeiros foram datados do século XIX, em 1880, tinham a finalidade de evitar que a espuma da cerveja derramasse na mesa. Doze anos depois, a peça foi patenteada por Ropert Sputh, que começou a produzir modelos bem similares aos que conhecemos hoje.

Em 1900, os porta copos começaram a ser utilizados como meios publicitários, com logos e propagandas. Hoje o porta copos pode ser de diferentes tecidos e formatos, porém continua tendo a mesma função de evitar que superfícies – principalmente as de madeira – molhem em função de bebidas geladas.

O nosso porta copos é feito em algodão cru e bordado em duas estampas, olho e mão mística. O olho é um símbolo da percepção das coisas, é a ligação entre o mundo interior e exterior. Representa para vários povos, a percepção intelectual e a clarividência. Muitos acreditam que partir dos olhos é possível liberar energias positivas e negativas.

Já a estampa de mão, represente a quiromancia, que utiliza as mãos como método de adivinhação e interpretação utilizado há pelo menos 5 mil anos. Muitos acreditam que as linhas das mãos podem revelar eventos futuros e inclinações psicológicas.

E aí gostou de saber mais sobre a história do porta copos?! Pra conhecer mais conteúdos como esse, é só continuar acessando o blog. Temos conteúdos novos toda semana, fica ligada!